30 agosto 2008


era tanto ciúme que eu cansei, e fiquei só com a saudade.

29 agosto 2008


Eu juro que a última coisa que eu queria sentir por você fosse decepcção e nojo.
É!eu estou começando a sentir! ¬¬

Minhas mãos, ridículas, escrevem cartas e cartas, e amassam porque eu mando, e reescrevem porque eu não as controlo. Queria saber quando foi que meu corpo deixou de ser meu. Queria saber quando foi que eu perdi o controle. Foi quando te conheci ou quando deixei de saber quem você era?

21 agosto 2008


Surgem mudanças, não sou mais aquela Juliana de alguns meses anteriores. Há quem não acredite. Já quis mostrar variadas vezes, já quis variadas vezes ter apenas mais UMA chance para que agora pudesse ser diferente.Mas não é mais a minha vez de correr atrás, de querer reviver o passado, de lembrar a todo momento e também de prometer para mim mesma que eu não iria mais fazer isso. E realmente dessa vez eu quero e espero cumprir essa promessa minha, já que antes para ter um relacionamento estável, eu preciso ter um comigo mesma. :}


Mesmo querendo eu não vou mais te pedir para voltar baby! :}

Mas vou guardar o retrato que eu te tirei.
Nele os teus olhos não conseguem esconder que tu estavas feliz.

20 agosto 2008


"Se o amor existe, seu conteúdo já é manifesto. Não se preocupe mais com ele e suas definições. Cuide agora da forma. Cuide da voz. Cuide da fala. Cuide do cuidado. Cuide do carinho. Cuide de você. Ame-se o suficiente para ser capaz de gostar do amor e só assim poder começar a tentar fazer o outro feliz."

15 agosto 2008


Em alguns minutos eu escrevo e apago milhares de linhas de pensamentos. Só me vem vontade de escrever, acho que tudo o que eu precisava dizer já foi dito, tudo o que era para sentir já foi sentido e agora eu não posso mais dizer “eu não sei”.Sei muito bem o que se passa na cabeça dele e o que eu devo fazer, sei como eu estou, como eu me sinto olhando toda essa situação e por incrível que pareça estou aliviada. Talvez eu esteja me “acostumando” ou simplesmente preferindo não pensar, não achar nada, simplesmente deixando a vida tomar o seu rumo sem nenhuma interferência minha. Não minto dizendo que eu não queria voltar em alguns meses atrás, começar do zero, ter mudado em algumas atitudes, ter pedido desculpas quando estava errada, controlado as minhas inseguranças e meus medos, ter me importado menos com a falta de tempo e ter dado mais valor quando estávamos juntos. Queria muito ainda me doar como eu sempre fiz para o amor. Nunca amei pouco, sempre fui exacerbada de sentimentos e sempre fiz questão de demonstrar a pessoa que estava comigo o quanto ela era ou ainda é importante para mim. Seja amando e sendo amada da mesma forma, seja amando e não recebendo reciprocidade, mas eu acredito que quando nós amamos e sentimos que isso realmente é verdadeiro temos que falar o que sentimos pela outra pessoa, faz bem para a alma, pelo menos para minha. Uma coisa que eu realmente acredito é que nós somos mais felizes quando estamos acompanhados de alguém que nos queira tão bem, por alguém que nos mostrem todos os dias a capacidade de nos fazerem felizes quando o mundo está de cabeça para baixo. Talvez eu não consiga passar muito tempo nessa mesmice, nessa minha confusão de sentimentos, É! Eu estou começando a cansar de me lamentar até porque eu percebi que isso não adianta de mais nada. Não adianta querer mudar algo que já está bem definido.


Agora eu deixo o tempo+destino colocar as coisas como devem ser. :}

12 agosto 2008


É impressionante como eu mesma consigo fazer e refazer as minhas ilusões.
Ao mesmo tempo que eu tento melhorar o meu ponto de vista coloco algo que venha a me frustar em qualquer momento bom que possa aparecer.
Talvez eu complique demais as coisas, mas vale salientar que nunca o que eu estou passando vai ser fácil para alguém. As coisas ainda estão muito superficiais e nada está MUITO claro. Talvez seja esse um dos motivos das minhas criações idiotas e estúpidas.
Ultimamente venho até melhorando comparado a um mês anterior, consigo olhar as coisas com mais nitidez, mas mesmo assim ainda ficam algumas perguntas não respondidas e alguns desejos que já foram comprovados que o melhor é ficar só comigo.
Enfim, acho que se eu falar demais vou acabar me odiando!
Tchau :*

08 agosto 2008


Ás vezes eu só necessito de vocês, engraçado como depois de algum tempo nós percebemos o quanto nós só queremos um apoio de amigos! :)

Amo! (L)

07 agosto 2008


"Assim que quer, assim será
Eu vou pra não voltar
Toma este anel que é pra anular
O céu, o sol e o mar
Eu não queria ir assim
Tão triste, triste...
Vem dizer adeus ao que restou de quem um dia foi feliz."

Los hermanos

03 agosto 2008


Aqui..
Eu nunca disse que iria ser a pessoa certa pra você.
Mas sou eu quem te adora.

Se fico um tempo sem te procurar é pra saudade nos aproximar.
E eu já não vejo a hora.

Eu não consigo esconder certo ou errado, eu quero ter você.
Ei, você sabe que eu não sei jogar não é meu dom representar.

Não dá pra disfarçar, eu tento aparentar frieza mas não dá.
É como uma represa pronta pra jorrar querendo iluminar a estrada, a casa, o quarto onde você está.

Não dá pra ocultar algo preso quer sair do meu olhar.
Atravessar montanhas e te alcançar.
Tocar o seu olhar te fazer me enxergar e se enxergar em mim.

Aqui
Agora que você parece não ligar que já não pensa e já não quer pensar
Dizendo que não sente nada.

Estou lembrando menos de você.
Falta pouco pra me convencer que sou a pessoa errada.

Eu não consigo esconder certo ou errado, eu quero ter você.
Ei, você sabe que eu não sei jogar não é meu dom representar.

Não dá pra disfarçar, eu tento aparentar frieza mas não dá.
É como uma represa pronta pra jorrar.
Querendo iluminar a estrada, a casa, o quarto onde você está.

01 agosto 2008


Eu gosto do teu sorriso. Gosto do gosto do teu sorriso. Gosto, mais ainda, do teu sorriso no meu sorriso. Perto, quase fazendo um sorriso só. Gosto de fazer-te sorrir, e quando desmancho teu sorriso em beijo. Gosto quando negas que é o mais bonito, e quando dizes que o meu ganha. Mas como? Se o meu só existe com o teu? Se o meu, nasceu pra acompanhar o teu?
Eu espero nosso poema concreto. Eu desperto teu desejo secreto. E que passem dias, e meses e o ano. E que me importa que tenham outros? E outras? E que tenham outras línguas que não as nossas? E que fale francês, inglês, árabe? Importa mais é que o sorriso permanecerá, indiferente dos quilômetros, independente do resto do mundo. Talvez aí, onde te escondes, o pôr-do-sol seja diferente deste que vejo, diferente como pra mim teu sorriso é diferente de todos os outros. É diferente porque é teu, sendo meu. Assim como sou tua, ainda que eu não seja de ninguém. Trazes poesia pra menina que precisa de poesia, pra menina que respira poesia, pra menina que chora poesia. Trazes, ainda, esperança. Indissolúvel esperança. Com gosto de saudade. Saudade do muito que ainda temos pra viver. Saudade de todos os sorrisos teus que eu guardo meus olhos pra ver.