15 agosto 2008


Em alguns minutos eu escrevo e apago milhares de linhas de pensamentos. Só me vem vontade de escrever, acho que tudo o que eu precisava dizer já foi dito, tudo o que era para sentir já foi sentido e agora eu não posso mais dizer “eu não sei”.Sei muito bem o que se passa na cabeça dele e o que eu devo fazer, sei como eu estou, como eu me sinto olhando toda essa situação e por incrível que pareça estou aliviada. Talvez eu esteja me “acostumando” ou simplesmente preferindo não pensar, não achar nada, simplesmente deixando a vida tomar o seu rumo sem nenhuma interferência minha. Não minto dizendo que eu não queria voltar em alguns meses atrás, começar do zero, ter mudado em algumas atitudes, ter pedido desculpas quando estava errada, controlado as minhas inseguranças e meus medos, ter me importado menos com a falta de tempo e ter dado mais valor quando estávamos juntos. Queria muito ainda me doar como eu sempre fiz para o amor. Nunca amei pouco, sempre fui exacerbada de sentimentos e sempre fiz questão de demonstrar a pessoa que estava comigo o quanto ela era ou ainda é importante para mim. Seja amando e sendo amada da mesma forma, seja amando e não recebendo reciprocidade, mas eu acredito que quando nós amamos e sentimos que isso realmente é verdadeiro temos que falar o que sentimos pela outra pessoa, faz bem para a alma, pelo menos para minha. Uma coisa que eu realmente acredito é que nós somos mais felizes quando estamos acompanhados de alguém que nos queira tão bem, por alguém que nos mostrem todos os dias a capacidade de nos fazerem felizes quando o mundo está de cabeça para baixo. Talvez eu não consiga passar muito tempo nessa mesmice, nessa minha confusão de sentimentos, É! Eu estou começando a cansar de me lamentar até porque eu percebi que isso não adianta de mais nada. Não adianta querer mudar algo que já está bem definido.


Agora eu deixo o tempo+destino colocar as coisas como devem ser. :}

Um comentário:

Lika Andrade disse...

a vida as vezes nos mostra que somos capazes de superar até o que achamos ser insuperável. beeeijo juh ♥