23 setembro 2008

“eu quis te convencer, mas chega de insistir”


O amor se foi, a saudade acompanhou, o sorriso sumiu.
Todos estão indo embora e eu ainda estou aqui parada!
Não me movi, não corri, não sumi e hoje eu vejo que eu deveria ter feito isso há muito tempo.
Mas o mundo está aí, continua girando, continua dando suas voltas como o destino exatamente escreveu.
Agora eu espero não mais você, não mais as suas mãos, não mais os seus beijos.
Espero que o mundo continue girando mostrando como as pessoas realmente são sujas, monstros, puras ou lindas.
Agora não existe mais vontade, agora há nojo, não existe mais vontade e o conforto que eu sentia em “te ver” todos os dias. Fugirei como o diabo foge da cruz, para assim ir caminhando em frente, seguindo meus passos, esperando alguém que tenha a capacidade de aceitar os meus defeitos e qualidades que consiga enxergar em mim algo maior que a minha aparência, mas o principal, minha alma e que goste exatamente assim sem mais nenhuma modificação.

Nenhum comentário: