06 setembro 2008


Moça, de seios fartos, cabelos de cobre e pele branca salpicada por eventuais sardas. Suas sardas é o que me chama mais atenção.
Não precisa de muita coisa para se tornar atraente, o seu jeito, o seu corpo de mulher fatal atrai o olho de qualquer homem que está na rua, shopping, bar e shows.
Quanto Glamour!
Como eu adoro olhar para a pose de “Mulherzinha” dela. Sempre arrumada, mas não patricinha. Levemente maquiada. Adora dentes e sorrisos. Muito concentrada, moça responsável. Fica nervosa fácil.
Anda, rebola, dança e ainda diz que não tem jeito para a tál.
Ahhh como ela enfeitiça e como eu adoro olhar quando está um pouco embriagada o jeito como se solta, o jeito como a sua risada sai fácil.
É a confusão se é menina ou mulher pesa nos ombros e nos olhos porque é notório o rosto de bebê, os traços finos e aquele Amor infantil e doce.
Mas um pesar que a gente não se incomoda porque a luz que ela emite só de sorrir assim daquele jeito dela é que descarrega tudo que era pra ser carregado e pronto.


Quer saber? Admiro-a e ela nem sabe.

Rê não sei explicar, mas sei que tu entende.
:*

Para: Renata Santiago.

Nenhum comentário: