10 março 2009




"Vem sentir a minha pele em brasa
e o gosto forte da minha boca
faz tudo como se fosse a última vez
faz porque hoje eu vou embora.."

Queria me entender, quando eu resolvo dar um ponto final na história com qualquer homem que me leve á sério.
Enquanto ele demonstrar que gostou de mim, que eu sou simpática e até bonitinha. ÓTIMO.(Nada mais.)
Mas quando eles inventam querer ter um relacionamento sólido, de ter um compromisso, de querer namorar, apresentar a família, de me deixar em casa, de me buscar em casa, de andar de mãos dadas e ser um casal de pombinhos apaixonados. Eu acabo saindo correndo. PÂNICO!Não dá!
Não consigo mais me envolver com alguém, e achar ele merecedor de qualquer sentimento meu.(Não importa, pode ser conhecido ou desconhecido.)
Talvez eu ainda tenha aquela mente que homens não prestam e que eu consigo muito bem sobreviver sem eles. Vez ou outra tem aquelas mensagens, aquelas ligações de ficadinhas sem nenhum compromisso. (pelo menos para mim) Dizendo que querem me ver, que vão me buscar no colégio, que querem um cinema, um passeio na praça, uma ida a praia! E por mais que eu tenha vontade, eu arranjo desculpas. "Hoje eu não posso. Amanhã não dá..." E todas aquelas respostas que adiam um reencontro. Cansei de dispensar os caras legais que eu sempre fico.Acabo magoando pessoas, com a minha vontade de não ter um relacionamento, nem que seja básico. Porque para eu sair de uma ficadinha e tornar isso rotina, no mínimo eu teria que sentir atração e achar ele interessantíssimo. Mas desde que o meu último relacionamento fracassou, tenho medo de me machucar.
A questão poderia nem ser medo, mas sim a preferência de não arriscar.
Ser intensa demais, ás vezes machuca e MUITO.
E acho que por ser intensa demais, de não querer visar as consequências que eu acabei assim.Pensando até no que deveria não pensar.
Então eu fico quieta, sei que tem algo bom esperando por mim.
Sei que tem alguém que me aguarda.
E por mais que a solidão bata na minha porta, quase todos os dias, sinceramente? não tenho pressa!

Um comentário:

Jéssica Souza disse...

Eu também tenho esse "problema" de ser intensa demais e sempre acabar me machucando.
Mas não podemos generalizar todos os amores possíveis por causa de um que fracassou.
Quanto maior o amor e a entrega,maior a decepção.O problema não é com você não,leva tempo mesmo pra que o coração esqueça,pra que a dor passe.Tudo a seu tempo.Prevenir nunca é demais,não tenha medo de ficar só não,às vezes é bom pra conhecer a si mesmo.

beeeijos ;]