31 maio 2009

Entendimento em silêncio.



Que o silêncio consiga ter mais eficiência que essas minhas palavras.
Dessa vez eu vou ser diferente, nada de insistências.
Não vou falar nada, vou ficar aqui até que perceba o que está acontecendo.
Não vai ser eu, que vai explicar.
Veja o que os meus olhos dizem, porque da minha boca você não vai ouvir.
Que as minhas mudanças sejam nítdas, e dessa vez não vou me preocupar se estiver diferente, ou que algo morra no meio do caminho.
Por enquanto eu estou aqui e não vou insistir em mais nada.

29 maio 2009

Mais um dia.


"Antes que eu me esqueça, antes que tudo se acabe...
Eu preciso dizer a verdade..."



Minha vontade é de falar tantas coisas, mas é bom deixar de explicações e de continuar forçar um assunto quando sabemos e sentimentos que a pessoa não quer se pronunciar, ou quando ela deixa as coisas passarem, fazendo que nada aconteceu e ainda sim ela te prende, mesmo que ela não saiba.
As palavras sempre conseguem me atrapalhar, sempre acabo falando o que não deveria.
Sempre existem aquelas coisas que não são para serem ditas, que elas são explícitas e que não precisamos falar nada para que a outra pessoa saiba sobre o que nós queremos dizer, do que nós esperamos ouvir.
Mas na verdade, não devemos esperar nada de ninguém.
Essas coisas sempre cansam, insistir em um assunto indiretamente, desgasta.
Dá vontade de jogar tudo para o alto, sem olhar.
Mas eu tenho paciência, eu acredito no tempo, eu acredito que tudo tem um motivo, uma ocasião e uma explicação, e eu espero por tudo isso.
Mas sei que tem uma chegada hora, que a paciência esgota e tudo isso vira um nada ou tudo.
E para ser sincera, cansei de metades.

12 maio 2009

"Faz de mim mulher do teu coração."



Eu quero estar ao seu lado, mesmo que a nossa distância ou os nossos horários nos impeçam.
Afinal, para estar perto, dentro da gente, não precisamos estar ao lado do outro. As lembranças, as saudades estão aí para isso.
Não me “Importo” se eu não estiver fisicamente com você, desde que eu saiba ou sinta que em algum momento do dia passei em sua mente, que você lembrou do meu cheiro, do meu toque ou de qualquer coisa que possa nos juntar cada vez mais. Eu quero ir além de tudo o que você já conheceu ou teve, quero ultrapassar os seus limites, quero poder chegar aonde ninguém chegou, ou chegar ao mesmo lugar, ou antes mesmo disso, mas quero deixar um pedaço de mim com você. Tudo ainda está muito novo, recente demais para nós, e a simplicidade ás vezes me falta.
Acabo pesando demais um relacionamento que ainda está nascendo e sinto que muitas vezes consigo estragá-lo com essa minha sede de querer tanto bem.

Esse é mais um texto,(era para ser uma carta) que é mais ou menos aquela necessidade que eu já te informei que eu tenho, de dizer o quanto eu gosto de alguém. Quero te conhecer mais, quero estar ciente do que você pode ser para mim ou do que você já se tornou.
Só sei que a minha vontade de te arrancar sorrisos, fazer com que te sintas um homem feliz e satisfeito ao meu lado é enorme.
Essas coisas que eu te falo, podem parecer forçadas, mas não vou me preocupar com isso, já que você odeia explicações e hoje eu só quero deixar que o meu coração fale, sem nada racional.
Quero te olhar nos olhos e poder dizer tudo isso, sem precisar falar nada, e quero que acredites porque é quase um crime duvidar disso que eu considero tão verdadeiro.
Quero te cantar uma canção mesmo que seja assim mesmo, desafinada com ou sem o teu violão só para ver se eu consigo te passar essa harmonia que você consegue transmitir quando solta a sua voz e ela é direcionada somente a mim e mais ninguém, ou talvez te fazer adormecer como você mesmo já fez comigo. Acredite! A sensação de dormir te ouvindo cantar é um sonho.
Quero te cobrir em dias frios, mesmo que não tenhas nenhum cobertor, porque eu sei que o meu calor pode ser o suficiente para te aquecer.
Quero passar com você os seus problemas, quero que divida comigo para quem sabe assim eu consiga estancar as suas feridas mesmo que eu não possa fazer nada além de te ouvir.
Quero que você continue com essa sua timidez, quando eu falo ou faço algo que você não espera.
Quero um dia cozinhar para você e dizer com toda a felicidade do mundo “olha neguinho, fiz para você!” Quero te cobrir de beijos e abraços mesmo que eu tenha apenas alguns segundos com você para que eu te sinta cada vez mais.
Quero continuar sentindo aquela saudade, antes mesmo da gente se separar.
Quero que você tenha asas para voar, que a liberdade nunca te falte.
Quero continuar me sentindo calma quando estou em seu colo, e ter a certeza que mesmo com todos os empecilhos depende só da gente para que tudo isso dê certo.
Quero controlar os meus ciúmes, mas não quero que eles sumam.
Quero sentir que a cada dia que passa você seja mais meu, não como propriedade, mas como se nós dois pudéssemos ser apenas um.
Quero não sentir medo, mesmo quando alguém tenha a enorme possibilidade de ganhar o teu coração mas que não me falte a segurança que eu estou dentro dele.
Quero que nós não desistamos de tentar, enquanto a nossa vontade seja de estarmos juntos.
Quero me moldar, quero deixar de lado essas minhas desculpas e no dia seguinte estar cometendo os mesmos erros.
Mas o que eu quero mesmo, é que não importe o tempo, o local, o modo, desde que estejamos bem!

Enormes beijos.

Juliana Almeida